Notícias

03/02/2022

Prova de vida do INSS deixa de ser presencial

O Governo Federal anunciou mudanças na prova de vida de aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Agora, será feita ativamente pelo INSS, a partir do cruzamento de bases de dados, usando dados de órgãos do governo e também de bases privadas.

 

Serão utilizados para prova de vida: 

a renovação de passaporte

carteira de motorista

carteira de identidade 

comprovante de voto

transferência de bens 

registro de vacinação ou de consulta no SUS nos dez meses posteriores ao último aniversário 

 

Os aposentados e pensionistas que não fizeram nenhuma movimentação na base de dados do governo, poderão fazer presencialmente o recadastramento anual da Prova de Vida do INSS.

 

Segundo o Ministério do Trabalho e Previdência, excepcionalmente, quando houver a necessidade de realizar a prova de vida de maneira presencial, o INSS deverá oferecer ao beneficiário (independentemente da sua idade) meios para que a prova de vida seja realizada sem a necessidade de deslocamento da própria residência.

 

O prazo para implementar as mudanças é até 31 de dezembro de 2022. Até essa data, o bloqueio de pagamento por falta da comprovação de vida está suspenso.

 

Fonte: Portal Contábeis e ISTOé