Notícias

03/01/2018

Descubra em qual perfil de MEI você se enquadra 3 de Janeiro de 201820 0

Você já parou para pensar em qual seria a sua personalidade como microempreendedor individual? A Serasa Experian fez uma pesquisa sobre os principais perfis de MEI, e nós vamos compartilhar essa descoberta. Confira em qual você se encaixa!

Arrojado: de acordo com a pesquisa, o microempreendedor individual que se enquadra nesse perfil é aquele que deseja ser um empresário de sucesso. Ele vive de olho nas tendências de mercado e sempre trabalha com um plano B guardado na manga. Se além dessas características, você assume riscos e as frustrações que aparecem no caminho viram aprendizados, bem-vindo ao time dos arrojados!

Realizador: esse tipo de MEI é aquele que teve uma boa ideia e se orgulha muito disso. Ele começou depois de bastante pesquisa e a sua grande motivação é achar diferenciais para o negócio. O estudo aponta como realizador aquele que quer crescer de forma estruturada e sustentável. Você é assim? Se é, faz parte desse grupo que realiza.aquele que não planejou empreender, mas, acabou entrando nessa. A pesquisa aponta que para esse MEI, o dia a dia de trabalho é a sua escola e a motivação está em entregar um ótimo produto ou serviço – e para isso, ele acaba até sacrificando bastante do seu tempo. Faz parte da equipe? Legal!

Tranquilo: esse é o MEI que já trabalhava como autônomo e resolveu formalizar sua atividade para aproveitar os benefícios, como o da aposentadoria, por exemplo. O levantamento mostra que nessa categoria está o pessoal que quer fazer um bom trabalho e cumprir as exigências das empresas para que presta serviço, mas, não tem pressa de crescer.

Organizado: essa categoria não foi listada no estudo – a gente que colocou ela por aqui, para te contar que independente do perfil que mais lhe representa, ser organizado é uma ótima pedida para quem quer terminar o mês no azul. E para ajudar nessa parte do trabalho, nada melhor do que contar com uma ferramenta como a de fluxo de caixa. Nela, você controla o dinheiro que ganha, as contas a pagar e ainda pode acessar suas informações quando quiser. E olha que legal: tudo de graça!

fonte: Jornal Contábil