Notícias

01/02/2019

Exame de Suficiência aprova mais de 26 mil candidatos em 2018

Brasília -  A contabilidade no Brasil, reconhecida mundialmente, é composta por mais de 522 mil profissionais registrados  que atuam em todos os estados brasileiros. Os dados são da área de Registro do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) que é responsável pela aplicação do Exame de Suficiência, dispositivo necessário para a obtenção do registro profissional.

O Exame foi instituído pela Lei nº 12.249/10, que alterou o Decreto-Lei n.º 9295/46. De acordo com o artigo, os profissionais da contabilidade somente poderão exercer a profissão mediante conclusão do curso de Ciências Contábeis e aprovação no Exame de Suficiência, pré-requisito para registro em Conselho Regional de Contabilidade.

Em 2018, foram aplicadas duas edições do Exame. A primeira, ocorrida no primeiro semestre, aprovou 13.231 candidatos; já a segunda, 12.845, totalizando 26.076 aprovados. O percentual de aprovação dos dois exames corresponde a 33,37%.  O número total de candidatos presentes das duas edições do exame foi de 78.123 mil.

“É importante ressaltar que o Exame de Suficiência é uma importante ferramenta de controle do Sistema CFC/CRCs e um poderoso instrumento de proteção social”, avalia o vice-presidente de Registro do CFC, contador Marco Aurélio Cunha de Almeida. Para os candidatos que se submeterão ao Exame neste ano, o vice-presidente manda um recado: “O conteúdo programático vem permanecendo o mesmo, desde as duas edições de 2018. Vale a pena conferir o edital para quem quiser se preparar”.

A bacharel em Ciências Contábeis, Carine Vogel Dutra Telles, está ansiosa para receber o registro profissional. A moradora de Brasília foi a única candidata do País a obter a maior nota da segunda edição do Exame em 2018. “Estudei algum tempo para concursos públicos com foco na carreira de auditor fiscal. Dessa forma, percebi que tinha adquirido um bom conhecimento sobre a área contábil”, revela a futura contadora.

Dados da área de Registro do CFC apontam, ainda, que os homens lideram o ranking com 298.699 mil (57,24%); enquanto as mulheres somam 223.103 mil (42,7%). “Em até dez anos, as mulheres serão maioria”, comunica o vice-presidente do CFC.

Com o advento tecnológico, a  profissão contábil vem se adaptando dia a dia com as novas demandas e com a necessidade do mercado em receber informações cada vez mais precisas que contribuem para a tomada de decisões. “É importante estar sempre atualizado sobre os assuntos contábeis, por meio de noticias da área e das atualizações contidas no site do CFC”, avalia Carine.

Outro ponto abordado pela futura profissional refere-se à importância do Exame. “Acredito que é um pilar que separa os profissionais que estão habilitados a atuar dos que ainda precisam aperfeiçoar seus conhecimentos”.

Nas edições 2018 foram cobrados dos candidatos as seguintes matérias:  Contabilidade Geral, Contabilidade de Custos, Contabilidade Aplicada ao Setor Público, Contabilidade Gerencial, Controladoria, Teoria da Contabilidade, Legislação e Ética Profissional, Princípios de Contabilidade e Normas Brasileiras de Contabilidade, Auditoria Contábil, Perícia Contábil, Noções de Direito, Matemática Financeira e Estatística e Língua Portuguesa.

Para saber mais sobre o Exame de Suficiência clique aqui

 

Por Conselho Federal de Contabilidade