Notícias

16/03/2018

18º Exame de Qualificação Técnica Auditoria: edital será publicado na próxima semana

Os profissionais que pretendem fazer parte do Cadastro Nacional de Auditores Independentes (CNAI) ou atuar como auditores independentes nas instituições reguladas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Banco Central do Brasil (BCB) ou pela Superintendência de Seguros Privaos (Susep) já podem se preparar.

Em reunião realizada no dia 13 (terça-feira), pela Comissão do Exame de Qualificação Técnica – Auditoria, na sede do CFC, em Brasília (DF), ficou estabelecido que o edital da 18ª edição, de 2018, será publicado na próxima semana.

Segundo dados da Vice-Presidência de Registro do CFC existem, atualmente, mais de 3.500* profissionais que integram o CNAI. Para  fazer parte do Cadastro, o profissional deve ser aprovado na Prova de Qualificação Técnica Geral (QTG), que o habilita a inscrever-se no CNAI.

Os profissionais que pretendem atuar em auditoria independente  nas instituições reguladas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil (BCB) ou auditoria nas sociedades supervisionadas pela Superintendência de Seguros Privados (Susep), necessitam, ainda, obter aprovação em provas elaboradas  especificamente para atuação nessas instituições.

O contador Antônio Carlos de Castro Palácios, que assume a coordenação da Comissão de Administração do Exame (CAE), instituída  há  14 anos e coordenada durante todo esse período pelo contador Pedro Coelho Neto, afirma que “ao longo de todos esses anos, não houve qualquer questionamento ou suspeita do trabalho sério e transparente que realizado pelo grupo”. Ainda, segundo o coordenador, “como os riscos no mercado de auditoria são grandes, os órgãos reguladores têm exigido cada vez mais atenção e qualificação do auditor. O nosso papel é o de selecionar profissionais cada vez mais capacitados para atuarem nesse mercado”.

Os atuais integrantes da Comissão Administradora do Exame de Qualificação Técnica (EQT) – Auditoria são: Antônio Carlos de Castro Palácios (RS), Antônio de Pádua Soares Pelicarpo (MG), Fernando Antônio Lopes Matoso (MG), Jorge Ivan Teles de Sousa (PI), José Aparecido Maion (SP), Carla Bellangero (RJ), Guy Almeida Andrade (SP) e Ricardo Julio Rodil (SP), sendo os três últimos como indicados do Ibracon.

Comece a se preparar

A prova da 17ª edição do Exame de Qualificação Técnica Geral, realizada no segundo semestre em, cobrou as seguintes matérias dos candidatos: Legislação Profissional; Ética Profissional; Normas Brasileiras de Contabilidade, Técnicas e Profissionais, editadas pelo Conselho Federal de Contabilidade; Legislação Societária; e Língua Portuguesa Aplicada.

Já a prova específica para atuação nas instituições reguladas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) foram cobrados Legislação Societária; Legislação e normas aplicáveis às instituições reguladas pela CVM; e Língua Portuguesa Aplicada.

O edital cobrou para os profissionais interessados na prova específica para atuação em auditoria nas instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil (BCB) o seguinte conteúdo: Legislação e normas aplicáveis às instituições autorizadas a funcionar pelo BCB; conhecimentos de operações de instituições autorizadas a funcionar pelo BCB; Contabilidade aplicada às instituições autorizadas a funcionar pelo BCB; e Língua Portuguesa Aplicada.

E para a prova específica para atuação nas sociedades supervisionadas pela Superintendência de Seguros Privados (Susep), foram avaliados os conhecimentos de Legislação e normas aplicáveis às Sociedades supervisionadas pela Susep; Contabilidade aplicada às instituições supervisionadas pela Susep; conhecimentos de Operações de sociedades supervisionadas pela SUSEP; e Língua Portuguesa Aplicada.

Inscrição

O valor cobrado na 17ª edição do exame, realizada no ano passado, para cada uma das provas foi de R$150,00 (cento e cinquenta reais).  A expectativa é a de que valor permaneça o mesmo.

Edital
A previsão é de que seja publicado até o final de março.  

fonte: Conselho Federal de Contabilidade