Notícias

24/07/2018

O futuro do mercado profissional no Brasil

No mundo globalizado o mercado está cada dia mais seletivo, seja você empregado ou buscando empreender em negócio próprio, no Brasil diante dos fatos que assolam a sociedade, essa exigência se torna mais acentuada, por razões óbvias de sua situação social, política e econômica.

As regiões em que se divida sua geopolítica têm suas peculiaridades onde empresas e sociedades tentam sobreviver, e o governo busca arrecadar para dar seguimento a sua atividade.

A EDUCAÇÃO, SAÚDE, ECONÔMIA, POLITICA, EMPREGO e SOCIEDADE, passam por momento muito delicado, e mais ainda com a suas particularidades, tais como, imigração, facções, desemprego, e demais dificultam a busca da normalidade, expondo uma situação de grave sintoma social na geração atual e compromete seriamente a geração futura.

O jovem que busca uma educação diferenciada e de qualidade procura outro mercado e outro país para obter um futuro promissor, e isso prova a gravidade da situação que se agrava a cada momento.

Diante do CAOS social existente a degeneração é plausível, e isso dificulta encontrar um nome de consenso que possa unificar essa sociedade e buscar sua regularidade, paira no ar um senso negativo que rotula o futuro da sociedade e ratifica a sua desconfiança numa solução progressista.

A desmotivação da sociedade diante dos escândalos da classe política compromete as Eleições futuras e o futuro da PEA (População Economicamente Ativa) agregado ao futuro das gerações, fica cada dia mais incerto, daí comprovar que a busca por outros mercados fora do País é uma alternativa aceitável.

O jovem de todas as regiões do Brasil pensa em sair do País para buscar um futuro promissor e temo que esse hiato venha um dia prejudicar a recuperação do seu país de origem.

A GLOBALIZAÇÃO do MERCADO seleciona conforme particularidades especiais e uma delas é a EDUCAÇÃO de QUALIDADE na formação dos profissionais, pois sem um perfil profissional que exponha uma expertise as chances do educando são remotas e seu sucesso terá um foco diferenciado.

O Mercado de emprego tem exigências especiais, ou mesmo o Concurso Público que diante da situação dos governos tende a ser bastante reduzido, mesmo que haja a sua aprovação em concorrido certame. Ficando, portanto, o empreendedorismo como forma indicativa de sobrevivência, vejamos que qualquer dos casos sua performance profissional é condição única para obtenção do sucesso, ou mesmo sua continuidade ou sustentabilidade.

As empresas de qualquer forma ou tamanho, visam reduzir custos e despesas e elevar a sua lucratividade, só que para isso acontecer se faz necessário maior INVESTIMENTO, e essa origem de recursos tem sua dificuldade elevada diante de um MERCADO restrito.

A busca de MERCADO fora do país tem sido a melhor alternativa daqueles que se profissionalizou com maestria e qualidade educacional, pois a concorrência em outros mercados está bastante acirrada, haja vista, as dificuldades econômicas derivativas de situações anômalas, mas ainda é uma solução.

Descrevo abaixo, uma simples relação de detalhes:

  1. Valores, princípios, caráter, personalidade, e demais;
  2. Educação profissional de qualidade;
  3. Conhecimento em Tecnologia de Informática, sistemas etc;
  4. Conhecimento de outros idiomas;
  5. Conhecimento técnico e especifico de sua profissão;
  6. Conhecimento técnico e especifico de outra profissão;
  7. Cultura geral;
  8. Conhecimento de legislação;
  9. Adequação ás adversidades
  10. Jamais perder o FOCO.

 

Observem que não dá para oferecer somente FUTEBOL e CARNAVAL, pois o MERCADO GLOBALIZADO exige muito mais, eis a existência de elevação de mercados derivativos e degenerativos do ser humano, e que assolam uma sociedade e suas famílias.

Se inexistir fortes INVESTIMENTOS na formação do profissional, temo que sua entrada no MERCADO seletivo se torna mais difícil, pois, ha uma seletividade crescente e uma exigência muito mais acirrada do pretendente.

O MUNDO está sendo pulverizado de pequenos negócios com atividades econômicas mais solicitas, para que possa atender uma sociedade com pouco recurso, eis a grande verdade. Preços e condições ajustáveis ao mercado, com produto ou serviços de qualidade, tais qualidade mantém periodicamente o seu negócio em evidência até a entrada de novos produtos com qualidade e preços mais favoráveis.

Médias, Grandes empresas e Governos devem se adequar á esse novo mercado, pois a moeda de troca deverá ter verticalmente uma redução pela inexistência de sua retroalimentação.

Essas características formam um conjunto de fatores negativos que afetam a sociedade atual, veja bem:

  1. Poupança reduzida;
  2. Salário com valor inferiorizado no mercado;
  3. Dificuldade de emprego e recolocação;
  4. Saúde em decadência;
  5. Educação com redução de investimento prejudicando a sua qualidade;
  6. Economia em ajustamento ao quadro negativo;
  7. Empresa em decadência, negociação financeira, ou falimentar;
  8. Governo em total desordem, desorganizado e sem planejamento;
  9. Sociedade buscando sobreviver com o mínimo de recursos e envelhecendo;
  10. Profissional tentando manter-se em sua profissão;
  11. PIB em baixa;
  12. Juros em alta;
  13. Inflação em fase galopante
  14. Insegurança em desenvolvimento acelerado.

 

DESCULPE, mas devemos refletir sobre o CAOS que nos ronda, e que possamos encontrar a melhor SOLUÇÃO para que a próxima geração tenha um FUTURO PROMISSOR, pois essas adversidades são verossímeis.

Encontramos em nossa Constituição Federal, em seu artigo 1º, Dos princípios fundamentais:

“A República Federativa do Brasil, formada pela União indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos;

  1. A soberania;
  2. A cidadania;
  3. A dignidade da pessoa humana;
  4. Os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa;
  5. O pluralismo político.”

 

“Parágrafo único – Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição.”

PERGUNTA-SE¿

ONDE A ASSEMBLÉIA NACIONAL CONSTITUINTE ERROU¿.

Lembro que o resultado das Eleições que se aproximam é um sinalizador de que a sociedade já não aceita nem compactua com ilícitos que afetam os Poderes Constituídos, e sua assepsia é condição básica para a manutenção desse SISTEMA, ou verdadeiramente o grande problema é o SISTEMA, que deve ser reavaliado pela sociedade que o alimenta.

Por Contadores CNT